Motiva - A Escola das Grandes Conquistas
Notícias

Jornada de Foguetes convida alunos do Colégio Motiva para participar de evento no RJ

Os alunos Alexandre Selbmann, Arthur Gouveia e Herick de Lima, todos estudantes do Ensino Médio do Colégio Motiva, foram convidados para participar da Jornada de Foguetes. Em sua 25ª edição, a Jornada é organizada pela Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG) e pela Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). O evento será realizado de 12 a 15 de novembro, na cidade de Barra do Piraí, no Rio de Janeiro. Os alunos serão acompanhados e coordenados pelo professor de Física, Allan Giuseppe.

O grupo conquistou a vaga na Jornada após construção de um protótipo de foguete e de realizar o seu lançamento, ultrapassando a distância dos 140 metros da base até o local do pouso. De acordo com os alunos, após o teste, foi enviado um ofício para a organização da Jornada de Foguetes com as informações sobre o lançamento, destacando a distância atingida pelo protótipo.

O excelente resultado do lançamento confirmou a participação da equipe da Jornada, já que um dos critérios seria ultrapassar a distância mínima de 100 metros e atender a critérios de segurança com relação, por exemplo, ao tipo de material e combustível utilizado no modelo. O teste do protótipo foi realizado no mês de maio, no terreno do Motiva Oriental, e para ter uma ideia, o foguete pousou fora dos muros da escola.

A 25ª Jornada de Foguetes reunirá alunos de escolas públicas e particulares do Ensino Fundamental e Médio de todo o Brasil e também deve avaliar os melhores projetos de construção e lançamento de foguetes feitos de garrafa pet. Os critérios da banca examinadora consideram o acabamento e originalidade do foguete, acabamento e originalidade da base de lançamento, segurança e apresentação da equipe participante. A distância percorrida durante o lançamento será decisiva para a definição dos ganhadores e as seis melhores apresentações serão premiadas.

Os três alunos pretendem fabricar três protótipos para levar ao Rio de Janeiro, mas na Jornada só terão a oportunidade de fazer, apenas, dois lançamentos, sendo contabilizada a maior distância percorrida da base ao pouso. Segundo a equipe os novos protótipos deverão ser melhorados quanto às questões aerodinâmicas, do bico e das aletas, assim como o centro de massa.

| Texto | Érica Chianca   | Fotos | Artur Cavalcanti